segunda-feira, 12 de setembro de 2011

SERÁ QUE A SALVAÇÃO NÃO É SUFICIENTE?


  
   Permitam-me falar sobre o meu Jesus. Permitam-me falar. Deixem-me testemunhar sobre o meu Senhor. 22 anos atrás, eu acordei seminu em meu apartamento, tendo bebido quase até a morte e percebi que eu estava frio e senti algo em minha face. Sobre o que eu estava deitado? Eu me levantei, fui até o espelho e liguei a luz. E este distinto e eloquente pregador, perdido sem Jesus, havia dormido a noite inteira em cima de seu próprio vômito.

  Permitam-me falar sobre o meu Jesus. Ele me salvou quando eu era tão desgraçado que você nem sequer iria querer me dar uma carona em seu carro. Mas o meu Jesus, Ele me comprou com seu sangue. E o meu Jesus veio até mim. E o meu Jesus levou os meus pecados. E o meu Jesus levou a minha vergonha. 

  Louvado seja o poder do nome de Jesus. Que os anjos se prostrem e lancem suas coroas reais e o coroem Senhor de tudo e de todos. Este é o meu Jesus. E eu me glorio nas minhas fraquezas, e eu me glorio até mesmo nos meus pecados. 

  Para onde foram as estrelas hoje, você já se fez esta pergunta? Para onde foram as estrelas esta manhã? Será que alguém as colocou no bolso e levou-as para outro lugar? As estrelas estavam lá, mas havia tanta luz, que elas não podiam ser vistas. Eu saí e o pastor me pegou na lateral da pista. Eu estava lá fora olhando aquelas estrelas, e eu só podia ver aquelas estrelas, por causa de toda a escuridão ao redor delas.

   Às vezes, alguns jovens me perguntam: “Irmão Paul, qual é o segredo? Como é que você prega deste jeito? Como é que você fala sobre coisas como estas? Como é que nós vemos o poder de Deus? Qual é o seu segredo, irmão Paul?”

   Ele me achou em uma poça de vômito! Este é o meu segredo. Pode não ser muito sábio, ou nobre. Eu sou o principal de todos os pecadores. Eu era o pior dos piores. E é isto o que Jesus faz! Este é o meu segredo. Eu não tinha nada! Este é o meu segredo. E você provavelmente era muito melhor que eu por fora, mas eu posso lhe garantir que você não era nem um pouco melhor que eu por dentro.

  Eles me falam: “Como você faz para orar assim? Como você faz para pregar assim? O que você aprendeu no seu tempo de devocional?” 

  Não, vocês não entendem. Ele me salvou! Ele salvou a mim! 

  “E esta grande motivação, você a adquiriu de algum versículo que você leu?” Vocês não entendem, Ele me salvou do que eu era. Não há nenhuma chave, exceto que eu era o pior de todos. Ele me salvou. O que mais precisa ser feito para me motivar? O que mais precisa ser feito? Será que a salvação não é o suficiente?

Paul Washer

Um comentário:

  1. Paz do Senhor,

    Parabéns, pelo seu trabalho neste blog. Que Deus em Cristo Jesus continue lhe abençoando poderosamente.

    Estou seguindo o vosso blog.

    Aproveito pra lhe convidar a visitar meu blog também. Avivamento pela Palavra é um blog voltado aos amantes da Bíblia sagrada como Verdade Absoluta e que só através Dela seremos mais crentes e mais cheios do Espirito Santo. Comente, pois seus comentários são muito importante para mim poder estar sempre em melhorias no meu blog.

    http://www.alexandrepitante.com/

    Siga-nos também.

    Fica com Deus.
    Abraço em Cristo, Alexandre Pitante.

    ResponderExcluir